“O Lugar é Outro” é o novo projeto proposto para oNucleo e será apresentado ao público a partir do dia 10 de Agosto de 2013 – sábado – às 11h.

Desde o início do ano (em março de 2013) os integrantes foram desafiados a propor intervenções em espaços não-institucionais. Este exercício vem se contrapor (e ao mesmo tempo acrescentar) a outros vários que o grupo vem realizando, com montagens de exposições em galerias, exposições estas ora individuais, ora coletivas, incluindo por vezes a monitoria e acompanhamento do próprio projeto junto ao público (como no Solo 10, por exemplo).

Desta vez a proposta leva os artistas a conquistar locais públicos (bares, muros, casas, prédios, qualquer estabelecimento comercial) sendo parte importante o contato com os donos destes locais, a apresentação do projeto a eles, e conseguir que eles abracem e participem deste projeto como parceiros.

 

Veja a localização dos trabalhos.

Dividimos os artistas em 3 mapas para melhor visualização.

 

Para ver este mapa em tamanho maior, clique aqui!

ANA REY     

Ana Rey

 “Fora de âmbito”  

O  objetivo deste trabalho é levar à mesa, lugar de reunião, às vezes de maior intimidade com as coisas que nos circundam na mesa, uma oportunidade para que as pessoas possam observar imagens que possibilitem a interação com arte, naquele espaço de tempo de espera para a comida ser servida pelo garçom. Cores e sabores associados a lembranças podem ser o prato principal.

 

   ANGELA CAMATA

Angela Camata

” simples de”

Dimensões variáveis – Material: guardanapos de papel e carimbo

Utilizando guardanapos de papel carimbados repetidamente com as palavras e frases SORRIR, AGRADECER, TER CALMA E SER GENTIL, um painel será montado com a intenção de refletir na transitoriedade de todas as coisas, dando oportunidade para que o observador  julgue, avalie e transforme o caminho de suas próximas ações.

 

 

 

Para ver este mapa em tamanho maior, clique aqui!

 

  ANTONIO GAMA 

Antonio Gama

” Produto do Meio” 

Instalação feita com caixas de papelão e fios de lã. A proposta do trabalho é transferir características dos locais para o objeto dando informações aos espectadores, causando questionamento que os faça relacionar os elementos do lugar e da instalação como parte integrante do mesmo espaço.

 

  BETH BARONE 

Beth Barone

“Procura-se”

São 20 cartazes fictícios de PROCURA-SE feitos com retratos de desconhecidos dos anos 20 e 30 que são inseridos na história real da Vila Mariana. Com essa junção os cartazes passam a ter o atributo da verossimilhança, reivindicando uma suposta memória a partir do cruzamento das informações reais com as criadas pela artista.

 

 

 

  LETICIA BASSO

Leticia Basso

“Do mesmo”

Partindo dos conceitos de simulacro e simulação, são expostas imagens sobre a  fachada das edificações, estimulando a percepção do observador por meio da simultaneidade.  As imagens expostas retratam o lugar para ser visto em si mesmo.

Para ver este mapa em tamanho maior, clique aqui!

 

  MARINALVA ROSA

Marinalva Rosa

“Uma Praça para Vila Mariana”

O sentido de Praça como um espaço público urbano destinado à convivência e contemplação, e referências de pequenas praças, são os objetos para o resgate simbólico de um espaço de convivência através de uma proposta artística.

 

 

 

  RITA HECKERT

Rita Heckert

“Estranhamento”

O observador será surpreendido pela relação inusitada entre os universos artístico e comercial.   A obra de arte exposta em uma vitrine comercial que usualmente abriga produtos de consumo, como roupas, bijuterias, etc.   

Reproduções da obra, em tamanho postal, serão enviadas pelo correio como convite e distribuídas como memória da imagem exposta.

 

 

  WILLIAM PIMENTEL

William Pimentel

 

Intervenção artística feita através da distribuição de folhetos em caixas de correspondência nas casas,prédios e comércios da Vila Mariana, considerando que a obra será dividida em três partes que se completam.

 

 

 

 

 

 

Há um limite geográfico para a atuação, que foi escolhido entre os participantes e definido em um quadrilátero da Vila Mariana, formado pelas ruas Pelotas, Humberto I, França Pinto, e Dr. Amâncio de Carvalho.

 

 

Abaixo o mapa com TODOS os artistas juntos:

Para ver este mapa em tamanho maior, clique aqui!

 Infográficos: Andréa Thiele

• ABERTURA: dia 10 de Agosto de 2013 - sábado - às 11h (quando os artistas percorrerão com os convidados, os locais de exposição espalhados pela Vila Mariana)
• Exposição: de 12 de Agosto a 14 de Setembro de 2013

• Ponto de partidaGare Cultural/ABRA-Vila Mariana 
R. Áurea, 198 (próx.metrô Ana Rosa) São Paulo, SP
Horário: de 2a. a 5a. feira – das 9h às 20h, 6a.feira – das 9h às 19h, e sábados – das 9h às 13h. Fecha aos domingos.

Mais informações: (11) 3564-2696
contato@garecultural.com.br

 

 

Veja o projeto “O Lugar é Outro” em publicações:

Com o apoio da revista Vidaqui, o projeto foi publicado na edição de Abril e tem sido acompanhado de perto por Kazu, editor da revista, com nova reportagem no mês de Junho e de Agosto.

Agosto 2013

O projeto também está publicado no Mapa das Artes, sob o título GARE Cultural/ABRA Vila Mariana.

 

Acesse os sites para ver mais:

Site da revista Vidaqui e na edição física n°376 – Ano XIV – Agosto 2013

Site de experiências curiosas Não só o Gato 

Site da Uol Photos

Site da Autvis

Site da Fotografe Melhor

Site Overmundo

Site Catraca Livre

Email This Page
Share

1 Comment

  1. Fotografe Melhor | SP recebe intervenções artísticas a partir de 10 de agosto
    25/12/2013

    [...] Confira todos os locais das intervenções no blog do projeto: www.onucleo.art.br [...]

    Reply

Leave a Reply